Não é lugar de mulher.

Não precisa de muito esforço, é só olhar. Nas salas de aula, nas empresas, nas emergências, blocos cirúrgicos, consultórios, por todos os lados, mulheres. Na sala de emergência, perdi as contas de quantas vezes, em torno de um paciente em risco iminente de morte, estávamos nós: emergencistas, enfermeiras, técnicas de enfermagem, cirurgiãs… mulheres. Na Medicina,…

Intoxicação Alcoólica Aguda

Etanol, álcool etílico ou simplesmente álcool. Agora diz aí: você sabe de verdade com o que está lidando? O velho conhecido nas emergências é motivo frequente de atendimentos. Consumido geralmente por recreação – mais ainda agora durante o Carnaval – é também a substância mais ingerida junto a outros fármacos em tentativas de suicídio. O…

Drogas para intubação de sequência rápida na emergência

Qualquer médico que trabalhe em emergência vai se deparar com situações em que uma via aérea definitiva precisa ser estabelecida. Na maioria das vezes, a melhor escolha vai ser a intubação por sequência rápida (ISR). Não basta, porém, saber quando intubar, é preciso, também, conhecer as drogas utilizadas nesse processo e ser capaz de decidir…

A Maturidade da Quetamina

Sobre o que escrever quando pedem a um emergencista para falar sobre uma droga? Pois, então, sim. Sobre ela. A queridinha atualmente dos departamentos de emergência, ainda que temida por muitos: a Quetamina, que atinge hoje em seus quase 60 anos sua maturidade de uso em emergências e ainda muito promete com novas propostas de uso.

Flebotomia na emergência

      Chega na sua sala vermelha um paciente vítima de politrauma, obeso, com PA 70/40mmHg, pele fria e com má perfusão périférica, apenas com um acesso intraósseo disponível obtido no atendimento pré-hospitalar.        Você sabe que necessita fazer a ressuscitação volêmica desse paciente. Podemos realizar através do intraósseo? Ok, é uma…

Quebra-cabeça

Aaah, o verão!!! Período com festas de Natal e Ano Novo, férias, calor…. As crianças livres para brincar, se divertir.. cair e bater a cabeça!

Pois é, quem trabalha na emergência percebe que nessa época o número de atendimentos às crianças é maior, principalmente durante os finais de semana e à tarde.

O TCE é uma das causas mais comuns de consulta na emergência. É também uma das principais causas de morbi-mortalidade na população pediátrica. Então, que tal revisar o assunto?

Queimaduras

Está chegando o final do ano, e naquele seu plantãozinho da virada não está livre de chegar um paciente vítima de queimadura por fogos de artifício, por exemplo. Estes acidentes são preveníveis através de campanhas de conscientização mas, uma vez que ocorrem, a morbidade e mortalidade podem ser incrivelmente melhoradas com um tratamento adequado. Esse manejo vai desde o atendimento pré-hospitalar, até o adequado encaminhamento do paciente para uma unidade de tratamento de queimaduras. É aí que fazemos diferença! Por isso vamos fazer uma super revisão do assunto.

Ventilação Mecânica na Emergência

por Juliana Pereira Imagine que você está na sala de emergência de um hospital e chegam ao longo do plantão os seguintes pacientes: Caso 1: homem de 63 anos com rebaixamento do nível de consciência após queda de telhado seguido de TCE. Está em Glasgow 5 e precisa proteger suas vias aéreas. Caso 2: mulher…

Agitação Psicomotora na Emergência

Por Ian Ward: co-autor do blog e R2 de Medicina de Emergência do HCPA de Porto Alegre Imaginem a cena: plantão sábado à noite, começo de mês, o relógio bate 11:00pm, você se prepara pra descansar, quando o interno comenta: “Até que o plantão foi tranquilo..”. E parece que em um momento de descuido, as…

Aprendendo e Ensinando à Beira do Leito

  Na medicina, cada momento em contato com o paciente é de aprendizado. Seja você acadêmico, interno, residente ou assistente, você estará sempre aprendendo ou ensinando alguém. E mesmo que educar não seja a sua melhor virtude, é sempre motivador quando tiramos o melhor aproveitamento desses momentos, especialmente na Emergência, onde um plantão muito movimentado…